Oftalmologista, quando devo procurar um? Faça aqui um teste básico e descubra.

Entre as causas dos transtornos nas vistas, estão alterações provocadas por doenças oftalmológicas,  pelo processo de envelhecimento,  machucados no olho ou outros problemas que venham a afetar os órgãos, como a diabetes, sempre se informe com um profissional e especialista oftalmologista.

 

Conheça os principais problemas de visão.

A maioria dos problemas de visão pode ser corrigida com o uso de óculos. No entanto, alguns são mais complexos e demandam cuidados maiores. Conheça alguns dos principais e descubra suas formas de tratamento com ajuda de um oftalmologista.

Miopia

A pessoa com miopia tem dificuldade em enxergar com nitidez, principalmente de longe. Para perto, é normal não encontrar problemas. Geralmente, os primeiros sinais se manifestam no míope através do franzimento dos olhos, dificuldade em ler placas e outdoors, escritos muito próximos ao papel ou do computador, entre outros.

Esse é um dos problemas de visão que pode ser corrigido com óculos de grau, com lentes negativas (mais espessas nas bordas que no meio). Quanto menor o diâmetro das armações, melhor, já que ele não consegue enxergar bem à distância, procure se consultar com um oftalmologista.

Hipermetropia

O cansaço na visão da pessoa com hipermetropia acontece porque ela não consegue enxergar muito bem de perto. Os primeiros sintomas se manifestam através da fadiga ocular e dores de cabeça, principalmente após atividades que exigem concentração visual, como aula ou trabalho, já que a dificuldade é para enxergar o que está próximo.

Como se esforçam muito para conseguir focalizar as imagens no computador ou na leitura, os hipermetropes se sentem desgastados após o esforço. Os óculos resolvem esse problema. As lentes são positivas, ou seja, mais grossas no meio e menos espessas nas bordas. Quando os graus são altos, recomenda-se usar armações com aro mais fechado para disfarçar as bordas, procure se consultar com oftalmologista.

Astigmatismo

Esse é outro dos problemas de visão que pode ser tratado com uso de óculos. O astígmata não consegue enxergar direito nem de perto nem de longe. Sua percepção não é nítida para identificar contrastes entre linhas, sejam elas oblíquas, verticais ou horizontais, busque a ajuda de um oftalmologista.

O astigmatismo se manifesta com a confusão de letras e números, que dificultam a leitura de um texto. Além disso, se associado à miopia ou hipermetropia, o problema pode causar dores de cabeça e cansaço visual. O problema do astigmatismo é a visão embaçada.

Leia também –  Tudo sobre lente polarizada.

oftalmologista

Alimentação pode interferir diretamente na saúde da sua visão

Existem alguns alimentos que, além de saborosos, podem contribuir com a melhora da visão e prevenir doenças oculares graves que atingem, principalmente, os idosos.

A degeneração macular relacionada à idade (DMRI), principal causa de perda da visão e cegueira irreversível em adultos maiores de 65 anos em todo o mundo, é uma das doenças que podem ser prevenidas com o consumo de alimentos saudáveis. A forma úmida da DMRI é a mais grave e se caracteriza por um crescimento anormal de vasos sanguíneos, que produzem extravasamento de sangue e fluído na mácula, a parte da retina responsável pelo foco da visão. A mácula possibilita enxergar com maior clareza e definição.

Segundo o oftalmologista e presidente da Sociedade Brasileira de Retina e Vítreo, Walter Takahashi, ter hábitos de alimentação saudáveis é benéfico para todo o corpo, e com os olhos não é diferente.

Existem pigmentos como a luteína e zeaxantina, que reduzem os riscos de piora de algumas doenças. Eles estão presentes naturalmente na mácula e podem ser encontrados em diversos alimentos- ressalta o especialista.

Conheça alguns desses alimentos que beneficiam os olhos e afastam as chances desse tipo de doença se desenvolver:

Ovos

O ovo é um dos alimentos mais polêmicos quando o assunto é saúde. Existem pesquisas que apontam que o consumo de dois a quatro ovos diariamente reduz o risco de DMRI. Apesar do benefício, é importante se controlar para não comprometer os níveis de colesterol.

Pipoca

Um dos únicos lanches que não é vilão da saúde, desde que preparado com pouco óleo na panela. A pipoca possui antioxidantes concentrados e substâncias protetoras da saúde da mácula. Essas substâncias estão presentes na casca do grão, aquela que muitas vezes gruda no dente. São indicados 20 gramas por dia, o que equivale a uma xícara de chá de milho.

Brócolis, couve e pimentão

Segundo estudos do National Eye Institute, esses alimentos, ricos em vitaminas C e E, diminuem em aproximadamente 17% o risco de DMRI e também ajudam na prevenção da catarata. De acordo com o oftalmologista, existem fatores desencadeantes da DMRI e um deles é a oxidação dos tecidos da retina, que nada mais é do que o envelhecimento dos tecidos. Dessa forma, os antioxidantes têm um papel importante na prevenção da doença, seja reduzindo os riscos de piora ou estabilizando a lesão. São as vitaminas como vitamina C, vitamina E, betacaroteno, e o zinco.

Peixes

Por conter um índice elevado de ômega 3 e vitaminas A, B e D, peixes como sardinha, salmão e atum são também os heróis da alimentação quando o assunto é saúde ocular. Além de oxigenar a retina, também combatem os radicais livres.

Óleo de linhaça e azeite de oliva

O azeite, também rico em antioxidantes, protege o globo ocular e retarda o envelhecimento. Já o óleo combate o olho seco e é, também, fonte de vitamina E e ômega 3. Não só bom para a visão, o óleo de linhaça também ajuda no sistema imunológico, o que pode evitar outras doenças não necessariamente ligadas aos olhos.

 

Vamos ao teste?

Quando foi a última vez que você teve seus olhos testados? Você não se lembra? Com essas imagens abaixo você pode ter uma ideia de como anda sua visão e buscar um profissional oftalmologista para a saúde da sua visão não afetada.

Visão das cores

Este é o teste de Visão de cores mais simples, disponível nos consultórios médicos. Você deve conseguir enxergar todos os números escritos dentro dos círculos.

Se você não conseguir vê-los ou tiver dificuldade de identificá-los você pode ter um problema de visão de cores. O Daltonismo é o problema mais frequente desse tipo, porém não é o único.

Oftalmologista

Resposta: 15, 29, 3, 5, 8, 12 e 74.

Tabela de visão

Em primeiro lugar você deve saber que este teste pode ser influenciado por um grande número de fatores, como: Iluminação e ofuscamento local.

O teste deve ser feito com um olho de cada vez, com seus óculos para longe se você os usar, mantenha uma distância de 33cm da tabela.

Deve ser anotada a última linha dentre as seis existentes, de cima para baixo, em que você leu a maioria das letras que a compõe.

Se sua acuidade é menor que 100% é interessante que você procure um oftalmologista para um diagnóstico mais detalhado.

Oftalmologista

Função Macular

Neste teste, você precisa olhar fixamente, no ponto central da figura. Caso você perceba as linhas retas arredondadas, distorcida ou borradas, pode significar o início de um problema da Mácula (Região central da Visão). Procure seu oftalmologista!

Oftalmologista

Lembre-se mantenha sua visão sempre protegida de radiação ultravioleta (UV) com óculos de sol e sempre busque a ajuda de um profissional Oftalmologista. Confira a melhor opção para você: useterritory.com.br/oculos-de-sol.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *